Tesouro Direto Vale a Pena? Descubra 7 Motivos que Irão Fazer Você Querer Começar a Investir Hoje Mesmo!

Tempo de leitura: 20 minutos

Você deseja saber se investir no tesouro direto vale a pena?

A cada dia, mais e mais pessoas estão começando a investir no tesouro direto e abandonando o hábito de investir na velha caderneta de poupança.

Em dezembro de 2015, o tesouro direto bateu recorde de vendas de títulos públicos, totalizando um total de 1,2 bilhões de reais em vendas(fonte).

Além disso, também houve recorde de investidores cadastrados atingindo um total de 624.358 pessoas(fonte).

Como você pode observar, para um país que possui mais de 200 milhões de habitantes, este número ainda é praticamente insignificante.

Muitas pessoas desconhecem as vantagens ao se investir no tesouro direto ou ainda acreditam que é algo muito complicado. .

Continue lendo este artigo para descobrir 7 motivos que mostrarão a você porque investir no tesouro direto é um bom negocio.

Ao final deste texto, você terá acesso ao mapa mental deste artigo. Ele te ajudará a relembrar e memorizar com muito mais facilidade tudo que você leu aqui.

#1 O Investimento em Tesouro Direto é Considerado o Investimento de Renda Fixa Mais Seguro!

tesouro direto é seguro

Apesar de você estar exposto aos mais diversos tipos de riscos ao investir o seu dinheiro, o investimento em tesouro direto é considerado aquele com o menor risco de calote.

O risco de calote acontece quando a instituição financeira não honra seus compromissos e não paga parcialmente ou totalmente os juros sobre a aplicação inicial realizada pelo investidor.

Como explicado no artigo Como Investir em Títulos Públicos – Saiba Absolutamente Tudo, ao investir no tesouro direto você estará emprestando dinheiro para o governo realizar seus projetos, o risco de calote é mínimo pois o dinheiro aplicado é garantido pelo Tesouro Nacional.

Mas o que significa dizer o tesouro direto é garantido pelo tesouro nacional?

O Tesouro Nacional é o caixa do governo federal. É pra lá que vai todo dinheiro proveniente dos impostos de todos os Brasileiros.

Este dinheiro fica em uma conta do Banco do Brasil(fonte), e é de lá também que ele retira o que precisa para fazer toda a maquina pública funcionar.

A probabilidade de calote é bem remota porque o governo tem diversos meios de arrecadar mais e mais e mais dinheiro.

Alguns exemplos são:

  1. Aumento de impostos
  2. Emissão de títulos públicos 
  3. Imprimir Dinheiro
  4. Gastar menos do que arrecada
  5. Venda de empresas públicas.

O primeiro item da lista é auto explicativo e você já sabe muito bem o que significa.

O segundo faz referência a emissão de títulos públicos. Ao vender títulos públicos para os investidores, o governo arrecada dinheiro o qual poderá ser usado para seus projetos prioritários (saúde, educação,infraestrutura, corrupção, construção de estádios para copa e entre outros).

O terceiro é uma possibilidade ao mesmo tempo que é uma armadilha para o país.

O governo pode literalmente imprimir dinheiro para pagar suas dívidas. Entretanto os efeitos disso são catastróficos para economia e o resultado imediato é um aumento expressivo da inflação no país.

O quarto fator implica em o governo cortar gastos. Diminuir ministérios e gastos com folha de pagamento por exemplo. Obviamente, quanto mais ele cortar gastos, mais dinheiro sobrará para outros setores realmente prioritários.

O quinto item faz referência ao conceito de privatizações, sempre que o governo privatizar empresas públicas, ele arrecadará mais dinheiro e aumentará seu caixa.

É importante também dizer que nunca na história do país houve calote interno, e que caso isto realmente aconteça, seria um cenário de falência total da economia.

Vale ressaltar que os maiores prejudicados com um calote seriam os próprios bancos, pois são eles os maiores compradores de títulos públicos.

Isto certamente resultaria em um processo de falência destas instituições em cascata, em um cenário como este é difícil estar completamente seguro independentemente de onde você tenha investido seu dinheiro.

Em resumo, a possibilidade de calote é bem remota, pois o governo dispõe de diversos mecanismos para honrar seus compromissos.

#2 É possível investir no tesouro direto com Pouco dinheiro

tesouro direto pouco dinheiro

O tesouro direto é investimento extremamente acessível ao bolso de qualquer Brasileiro.

A propaganda do Tesouro direto diz que é possível investir a partir R$ 30 reais, e isto é realmente verdade, entretanto você deve observar que não são todos os títulos que podem ser adquiridos por este valor.

No tesouro direto você não precisa pagar o valor de 1 unidade de um título, é possível comprar 1% do preço da unidade de qualquer título a venda. Não entendeu? O exemplo a seguir deixará a explicação mais clara.

Segue abaixo a tabela de títulos disponíveis para compra no período que este artigo foi escrito.

Tabela de títulos tesouro direto

Grifei de vermelho a coluna compra. Ela indica o valor unitário de um título. Muitos investidores iniciantes acreditam que este é o valor mínimo inicial para se investir no tesouro direto, mas esta não é a realidade.

A verdade é que o valor mínimo é de 1% do valor de compra do título indicado nesta coluna.

Perceba que para alguns títulos como o Tesouro Prefixado IPCA+ 2019, o valor teoricamente mínimo para começar a investir seria de R$ 20,61, pois 1% de R$ 2.061,93 é aproximadamente R$ 20,61.

Foi escrito “teoricamente”, pois pelas regras do tesouro direto não é possível investir um valor inferior a R$ 30,00 reais. Assim, o valor mínimo para começar a investir neste título acaba sendo de exatamente R$ 30 reais.

Para títulos como o Tesouro Selic 2021, o valor mínimo acaba sendo de R$ 68.22 reais pois 1% sobre o R$ 6.822,21 é aproximadamente R$ 68,22.

Perceba que este valor é acima dos R$ 30,00 reais mencionados pelo tesouro, ou seja, para alguns títulos é possível começar com R$ 30 reais e para outros não.

Independentemente do valor, fica claro que para investir no tesouro direto é preciso de pouco dinheiro.

#3 Tesouro Direto vale a pena mesmo pagando imposto de renda

tesouro direto vale a pena com imposto

Uma dúvida que recebo bastante é se vale a pena investir em aplicações que sofrem tributação de imposto de renda ao invés de aplicações que simplesmente são isentas deste imposto.

O erro do investidor iniciante é partir do pressuposto que a rentabilidade das aplicações que sofrem tributação serão menores, pois o governo teoricamente ficaria com parte dos seus rendimentos.

A verdade é que esta não é maneira correta de comparar a rentabilidade de um investimento.

Deve-se sempre atentar para a rentabilidade liquida, ou seja, aquela já livre de impostos e taxas.

A tributação nos investimentos de renda fixa é regressiva, de modo que quanto mais tempo você deixar seu dinheiro aplicado, menor será o valor do imposto que precisará pagar.

Ela obedece as seguintes regras abaixo:

  • Incidência de 22,5% sobre os rendimentos para aplicações com prazo de até 180 dias
  • Incidência de 20% sobre os rendimentos para aplicações entre 181 dias e 360 dias
  • Incidência de 17,5% sobre os rendimentos para aplicações com prazo de 361 até 720 dias
  • Incidência de 15% sobre os rendimentos para aplicações com prazo maior que 720 dias

Vale ressaltar que o imposto de renda incide apenas sobre os rendimentos, e nunca sobre o valor total da aplicação.

Além disso, ele é pago somente no momento de resgate e o responsável pelo recolhimento é a própria instituição financeira a qual você escolheu para aplicar o seu dinheiro.

Para ficar mais claro, vamos comparar o rendimento da caderneta de poupança com o Tesouro Selic(um dos títulos disponíveis no tesouro direto) para um período de 12 meses.

Se você ainda não sabe, o Tesouro Selic tende a render a variação da Taxa Selic(que é a taxa de juros básica da economia brasileira) desde o período que você compra o título até o momento da venda.

Você poderá aprender mais a respeito deste título e de outros disponíveis para compra lendo o artigo Como Investir em Títulos Públicos? Saiba Absolutamente Tudo!

Utilizarei como fonte de dados as informações disponibilizadas no site Valor Econômico no dia que este artigo foi escrito. Você pode consultar a tabela usada clicando aqui.

Vamos supor que você possui R$ 100.000,00 e deseja saber se é mais vantajoso investir em Tesouro Selic ou na Caderneta de poupança para um período 12 meses.

De acordo com os dados do Valor Econômico, a caderneta de poupança rendeu nos últimos 12 meses 8,21%.

Assim, um rendimento de 8,21% sobre a aplicação inicial de R$ 100.000,00 renderia o valor de R$ 8.210.00. Logo, o montante total que teríamos em mãos seria de R$: 108.210,00

Para o título Tesouro Selic, é necessário considerar mais algumas outras taxas:

  • Taxa Selic acumulada nos últimos 12 meses: 13,61%
  • Imposto de Renda: 20% sobre o rendimento
  • Taxa Bovespa(taxa cobrada pela bolsa de valores brasileira): 0,3% sobre o montante total aplicado
  • Taxa da Corretora: Neste quesito, vou considerar que você está investindo por uma corretora que não cobra taxa de corretagem.

Assim temos:

  • Valor do Rendimento do título Tesouro Selic acumulado nos últimos 12 meses(de acordo com tabela do site Valor Econômico): 13,61% sobre o valor inicial de R$ 100.000,00 o que resulta no valor de R$ 13.610,00
  • Montante Total Acumulado: R$ 100.000,00 + R$ 13.610,00 o que resulta em R$ 113.610,00
  • Imposto de Renda: 20% sobre R$ 13.610,00 o que resulta no valor de R$ 2.722,00
  • Taxa Bovespa: 0,3% sobre 113.610,00 o que resulta no valor de R$ 340,83
  • Valor do rendimento liquido livre de taxas: R$ 13.610 – R$ 2.722 – R$ 340,83 que resulta no valor de  R$ 10.547,17.
  • Rendimento liquido livre de taxas: O valor de R$ 10.547,17 corresponde a um rendimento de 10,54%.

Assim, o o valor total acumulado livre de taxas é de: R$ 110.547,17.

Comparando os dois valores é possível verificar que o Tesouro Selic Rendeu  R$ 2.337,17 reais a mais do que a caderneta de poupança(que é livre de imposto de renda).

Isto também significa dizer que o Tesouro Selic rendeu 28,46% a mais do que a caderneta da poupança.

Aqui fica claramente evidenciado que o mais importante é observar a rentabilidade liquida, ou seja, aquela já descontada as taxas e impostos.

Obs: Calcular a taxa bovespa é algo complexo, pois ela é provisionada diariamente. Para chegar a um valor razoável, foi considerado o valor de 0,3% sobre o montante total acumulado ao final dos 12 meses. Em teoria, o valor desta taxa seria menor.

Obs 2: Apesar de ser muito importante, a inflação não foi considerada nos cálculos acima com  objetivo de simplificar a explicação.

Obs 3: Apesar da alíquota do imposto de renda para o exemplo acima ser de 17,5% e não 20%, preferi usar um alíquota maior para provar que mesmo assim é mais rentável

#4 O Tesouro Direto vale a pena, pois você pode resgatar seu dinheiro em qualquer dia da semana(liquidez diária)

liquidez diária tesouro direto

Todo título do tesouro direto possui uma data de vencimento, o qual após chegar esta data, seu título é resgatado automaticamente e o dinheiro proveniente da sua aplicação ficará disponível na conta da sua corretora de valores.

Desde 2015 o tesouro direto mudou suas regras e agora é possível vender seus títulos antecipadamente e de forma diária.

Isso significa que você pode vender seus títulos e resgatar seu dinheiro em qualquer dia da semana.

Esta possibilidade abriu uma série de vantagens, ela permite que você use o Tesouro Direto como uma forma de reserva de emergência usando o título Tesouro Selic.

Emergências não tem hora nem lugar para acontecer, portanto é importante ter a possibilidade de sacar seu dinheiro quando você bem entender.

Vale salientar que o resgate antecipado de alguns títulos do tesouro direto podem acarretar prejuízo ao investidor. É importante ter em mente que o único título o qual você fica livre deste risco é o Tesouro Selic, desde que você permaneça com o mesmo por pelo menos um período de 1 mês.

No artigo Como Comprar Passo-a-Passo Títulos Públicos pelo Portal do Investidor do Tesouro Direto? – O Guia Simples e Prático, você aprenderá como realizar a compra do seu primeiro título público na prática.

As vendas dos títulos podem ser realizadas em dias de semana entre o período das 18 horas e 5 horas da manhã do dia seguinte. Nos finais de semana e feriados a venda pode ser realizada durante o dia inteiro.

É importante salientar que mesmo possuindo liquidez diária, a venda de um título não implica que o dinheiro estará na sua conta de imediato.

Conforme dados do próprio tesouro direto, os recursos resultantes de venda antecipada de títulos estarão disponíveis na corretora de valores, a partir de 13h00 de D+1, onde D é o dia da venda, que se estende de 18h00 de D até às 5h00 de D+1.

A data e horário de depósito em sua conta dependerão dos procedimentos operacionais da corretora de valores.

#5 O Tesouro Direto vale a pena, pois existe um título para cada objetivo financeiro

 objetivos-financeiros-ao-investir-dinheiro

Quais são seus objetivos financeiros? O que você almeja alcançar ao investir o seu dinheiro?

Convenhamos.. Investir por simplesmente investir pode ser bem chato. Você até pode ficar empolgado vendo seu dinheiro crescer mês a mês, mas isto não tende a durar para sempre.

É importante definir um objetivo concreto, o que você quer? Realizar uma Viajem? Fazer um MBA? Comprar uma Casa? Comprar um Carro? Montar uma reserva de emergência para imprevistos? Se preparar a sua a aposentadoria?

Em geral, é comum você querer muitas coisas, por isso é importante ter prioridades. Das que mencionei acima, acredito que as mais importantes são as duas últimas.

Independentemente de qual seja o seu objetivo, o tesouro direto sempre possuirá um título para cobrir suas necessidades.

O título Tesouro Selic, por exemplo, tende a ser mais adequado para você que precisa de liquidez diária ou quer resgatar seu título antes da data de vencimento sem medo de ter prejuízos financeiros.

Devido a sua característica, ele pode ser usado como reserva de emergência para se proteger de imprevistos, objetivos de curto prazo ou para projetos que você pretende realizar que não possuem uma data certa para acontecer.  

O Tesouro IPCA+ e o Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais, por exemplo, possuem a característica de manter o poder de compra do dinheiro investido até a data de vencimento, pois são corrigidos pelo índice oficial da inflação no Brasil(IPCA).

Diferentemente do que acontece com o Tesouro Selic, a venda antecipada destes títulos(antes da data de vencimento) pode gerar prejuízos ao investidor, por isso o ideal é sempre escolher o título que tem data de vencimento mais adequada ao seu objetivo.

Por serem títulos corrigidos pela inflação, são ideais para investir pensando na aposentadoria (longo prazo) ou para adquirir bens que também são corrigidos pela inflação como carros e imóveis(médio prazo).

Especificamente para o Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais, uma boa estratégia é o seu uso para receber pagamentos semestrais como forma de complemento de sua renda ou para reaplicar este dinheiro em outros investimentos.

Já o Tesouro Prefixado e Tesouro Prefixado com Juros Semestrais, por exemplo, não costumam ser ofertados com prazos muito longos, sendo perfeitos para objetivos financeiros de curto e médio prazo como uma viagem ou compra de um automóvel.

Aqui também existe o risco de prejuízo caso os títulos sejam vendidos antecipadamente(antes da data de vencimento), portanto tente conciliar seus objetivos financeiros com a data de vencimento do título para evitar maiores problemas.

#6 O Tesouro Direto vale a pena, pois é rentável

rentabilidade

O Brasil é um dos países que possuem a maior taxa de juros do mundo(fonte), enquanto isto é péssimo para quem precisa de dinheiro emprestado, por outro lado é ótimo para quem deseja investir como você.

No Brasil, a taxa básica de juros da economia é a taxa Selic (já falei dela neste artigo aqui), e ela tem influência nos mais diversos investimentos, principalmente nos títulos do tesouro direto.

No momento que este artigo foi escrito, o Brasil possui uma taxa básica de juros(Taxa Selic) na casa de dois dígitos no valor de 14,25% ao ano. No EUA, esta taxa é de 0,5% ao ano.

Como você pode observar, a diferença é realmente absurda. A boa notícia é que se você não está no grupo de pessoas que precisa de dinheiro emprestado, poderá aproveitar as belas oportunidades que a Taxa Selic cria no Tesouro Direto.

O benefício mais evidente fica por conta do título Tesouro Selic, pois sua rentabilidade é proporcional a variação da Taxa Selic. Assim, quanto maior for o valor desta taxa, maior será a rentabilidade final obtida pelo investidor.

Além disso, outros títulos do tesouro direto proporcionam rentabilidades elevadas como consequência de uma Taxa Selic mais alta. É o caso do Tesouro Pré-fixado e do Tesouro IPCA+.

Conforme você leu no item #1, o tesouro direto é considerado o investimento de renda fixa mais seguro. Em geral, não é possível aliar segurança com alta rentabilidade no mundo dos investimentos, entretanto isto acontece no Tesouro Direto graças as altas taxas de juros praticadas no Brasil.

#7 Tesouro Direto vale a pena, pois é possível investir com custos mínimos

baixo custo

Você conhece alguém que investe ou já pensou em investir em fundos de investimentos ou planos de previdência privada(que também são fundos de investimentos)?

Aplicar nas modalidades acima é bem simples. Você investirá uma certa quantia de dinheiro em um fundo, o qual possui um gestor responsável por tomar as “melhores decisões” de investimentos para a sua aplicação.

Isto quer dizer que você não tem controle de como este gestor aplicará o seu dinheiro. Você tem a esperança de que ele faça o melhor possível, mas será que realmente dá para confiar nisso?

Uma matéria realizada pelo site de notícias Info Money em 2014(fonte), mostra que grandes bancos ganham mais do que os próprios clientes ao investir em fundos de investimentos.

Isto acontece porque estes fundos possuem uma taxa chamada de taxa de administração. Esta taxa costuma seu muito alta em fundos ofertados por grandes bancos tradicionais.

Em geral, os fundos de investimentos privilegiam os investidores que possuem mais dinheiro para começar a investir, de modo que quanto maior o valor inicial mínimo para aplicar no fundo, menor tenderá a ser a taxa de administração cobrada.

A verdade é que existe muito apelo emocional ao tentarem te vender um fundos desses, é explicado da importância de pensar no futuro e na sua aposentadoria(motivos realmente nobres), mas não é explicado sobre a famosa taxa de administração.

Neste artigo eu escrevi 16 dicas sobre Como Investir Dinheiro e começar do jeito certo, o qual eu abordo algumas questões como esta acima.

Apesar da noticia da Info Money ter sido publicada em 2014, o cenário atual não mudou muito.

Ainda é possível encontrar grandes bancos ofertando fundos de investimentos com taxas que superam 1% ao ano, ou seja, 1%(ou mais, caso a taxa seja maior) de todo o valor que você possui aplicado vai para o banco.

Mas como fica esta situação para o Tesouro Direto?

No tesouro direto são 2 as taxas que serão cobradas:

  1. Taxa de Custódia
  2. Taxa de corretagem

A taxa de custódia é cobrada pela BMF&BOVESPA e faz referência aos serviços de guarda dos títulos e às informações e movimentações dos saldos.

O valor da taxa de custódia é de 0,3% ao ano sobre todo o valor aplicado por você em títulos do tesouro direto.

Esta taxa é similar a taxa de administração dos fundos de investimentos e costuma ser significativamente menor quando comparada a taxas praticadas em fundos de grandes bancos tradicionais.

A taxa de corretagem é cobrada de você por estar usando a plataforma de uma corretora de valores(ou uma instituição financeira) para investir no tesouro direto.

No artigo Como Escolher Sem Medo a Melhor Corretora de Valores para Tesouro Direto e Renda Fixa?, você saberá qual a melhor maneira de escolher sua corretora para começar a investir.

Existem também corretoras que são isentas de taxa de corretagem, portanto o único custo ficaria por conta da taxa de custódia da BMF&BOVESPA.

Diante do exposto acima, fica fácil perceber a vantagem do tesouro direto frente aos fundos de investimentos ofertados pelos grandes bancos de varejo.

[Bônus] Mapa Mental Tesouro Direto Vale a Pena 

Clique aqui para ter acesso ao mapa mental acima em alta resolução e compartilhar com seus amigos.

Conclusão

tesouro direto vale a pena

Neste artigo você descobriu 7 motivos que mostram porque vale a pena investir no tesouro direto, são eles:

  • O Investimento em Tesouro Direto é Considerado o Investimento de Renda Fixa Mais Seguro!
  • É possível Investir no Tesouro Direto com Pouco Dinheiro
  • O Tesouro Direto vale apena mesmo pagando imposto de renda.
  • O Tesouro Direto possui liquidez diária
  • O Tesouro Direto possui um título para cada objetivo financeiro que você possua.
  • O Tesouro Direto é rentável
  • O Tesouro Direto permite investir com custos bem baixos.

O que eu posso fazer agora?

  1. Gostou do artigo? Conseguiu aprender coisas novas? Quer Receber mais conteúdo como este, conhecer outros investimentos e ainda receber dicas quentes que vão te ajudar a economizar e poupar ainda mais o seu dinheiro? Clique aqui e saiba mais sobre meu curso 100% gratuito.
  2. Deseja um treinamento específico sobre tesouro direto para acelerar seu aprendizado sobre uma das melhores aplicações financeiras do mercado? Clique aqui e conheça o treinamento recomendado Tesouro Direto Descomplicado.
  3. Por último, se você gostou deste artigo e acredita que ele será útil para seus amigos, clique aqui para compartilha-lo no Facebook!
Crédito das Imagens usadas neste artigo: Depositphotos.  
  • Desaret

    Oi, gostaria saber qual é o investimento mais viável de um valor de até R$ 5000.00, poupança ou tesouro direto? Obg

    • Oi Desaret, recomendo que você conheça o funcionamento dos títulos, pois o tesouro direto possui uma série de títulos e cada um mais apropriado para um objetivo diferente.

      Dá uma lida neste artigo o qual eu explico os títulos e o rendimento deles: http://aprendainvestirdinheiro.com/como-investir-titulos-publicos/

      Vale lembrar que o rendimento da poupança atualmente está em 0,5% ao mês + TR e que nos últimos 12 meses ela rendeu 8,3%, perdendo para a inflação.

  • Odair Fio

    li seu artigo quase que inteiro e nao vi o que queria, qual o rendimento em porcentagem do tesouro direto?, esse rendimento é mensal ou só quando vende ? exemplo to pensando em aplicar 100 reais só pra iniciar e ver se é interessante, mas qual sera meu rendimento? (porcentagem/ mensal ou semanal)