Quanto Rende a Poupança e Como Funciona? Saiba Absolutamente Tudo!

Tempo de leitura: 20 minutos

Eu já perdi as contas das vezes que recebi um convite para uma festa de aniversário e tive que comprar um presente de última hora para o aniversariante, gastando dinheiro de maneira inesperada.

Eu também já perdi as contas de ver um produto o qual desejava bastante entrar em promoção, e não ter me preparado financeiramente para poder aproveitar aquela oportunidade.

Não poderia esquecer também das vezes que algum objeto dentro de casa quebrou, estragou ou foi danificado, e fui obrigado a separar uma parte do salário do mês para conserta-lo.

Finalmente, existem os eventuais problemas de saúde que podem acontecer, os quais me vejo obrigado a gastar com remédios que muitas vezes não são nada baratos.

As situações acima descrevem fatos do cotidiano que provavelmente já aconteceram com você. E se fosse possível criar uma reserva de emergência dedicada somente a resolver contratempos como descritos anteriormente?

Neste artigo você vai conhecer uma das melhores maneiras de lidar com problemas do cotidiano e não ter que se preocupar quando alguma emergência de última hora acontecer. Conheça a Caderneta de Poupança!

O que é a Caderneta de Poupança?

o-que-é-caderneta-de-poupança

A Caderneta de Poupança foi criada na época de Dom Pedro II com intuito de ser uma conta de depósitos destinada a pessoas de baixa renda.

Atualmente ela costuma ser a porta de entrada para as pessoas que estão começando a investir ou simplesmente querem ter uma conta para poupar dinheiro.

É a queridinha dos Brasileiros pela simplicidade e segurança, motivo o qual bateu recorde de depósitos em 2013 conforme esta reportagem do valor econômico.

Em se tratando do rendimento obtido ao aplicar na caderneta de poupança, pode-se dizer que a mesma não possibilita uma rentabilidade atraente. Isto acontece porque rendimento e segurança no mundo dos investimentos andam em lados opostos.

Em geral, quanto mais seguro for uma aplicação, menor tende a ser o rendimento, e vice e versa.

Como Funciona a Caderneta de Poupança?

quanto rende a poupança e como ela funciona

Quero começar este tópico explicando a essência da remuneração por trás da poupança, essa é uma explicação que muitas pessoas desconhecem, mas é assim que a maioria dos investimentos funcionam.

Porque a caderneta de poupança é remunerada?

Você já parou para pensar de onde vem aquele rendimento mensal? Porque ele é dado para você? Como pode você depositar uma certa quantia hoje e retornarem este mesmo valor acrescido de juros sem lhe pedirem nada em troca?

A resposta muito simples, o que você está fazendo é emprestando seu dinheiro para o banco.

Em 3 passos simples, funciona da seguinte maneira:

  1. Você deposita seu dinheiro numa poupança do Banco “B”.
  2. O banco “B” pega o dinheiro que você depositou e empresta para uma terceira pessoa, que vamos chamar simbolicamente de “Devedor”
  3. A medida que o “Devedor” for pagando as parcelas mensais do seu empréstimo ao banco, o banco “B” devolve parte dessas parcelas em rendimento para você que depositou lá no passo “#1”.

Diagrama funcionamento caderneta de poupança

Agora você pode estar se perguntando: Porque isso é vantajoso para o banco?

A resposta novamente é muito simples: Os juros que são usados para remunerar você, são bem menores do que os usados nas operações de empréstimos.

Enquanto a poupança remunera em média 6% ao ano (falaremos mais adiante), um empréstimo bancário pode ultrapassar mais de 100% ao ano!

Agora que você já sabe a origem dos rendimentos, quanto a caderneta de poupança rende de fato?

Qual a Rentabilidade da Caderneta de Poupança?

Como a rentabilidade é a dúvida mais comum sobre a caderneta de poupança, resolvi fazer um vídeo. O resultado você confere logo abaixo. Recomendo assistir o vídeo e depois continuar a leitura deste texto.

Para entender melhor como funciona a rentabilidade da caderneta de poupança, é necessário uma simples e breve explicação sobre a taxa “TR” e a taxa “SELIC”. Isto é importante, pois o rendimento da poupança é diretamente influenciado por estas duas taxas.

O Que é a taxa Selic?

A taxa Selic é a taxa básica da economia brasileira, ela é usada como mecanismo de controle da inflação no país e para regular a quantidade de dinheiro em circulação na economia.

Em teoria, quanto mais alta, menor será a inflação observada nos produtos e serviços consumidos pelo investidor.

Anualmente o Banco Central realiza em média 8 reuniões com objetivo de definir esta taxa, o qual tem influência direta no bolso do brasileiro

Os conceitos apresentados acima já são suficientes para continuar a leitura deste texto, se você quiser uma explicação mais completa sobre como funciona a taxa Selic, você pode conferir este artigo.

O que é TR?

TR é a abreviação de taxa referencial, e foi inicialmente criada no Plano Collor II como um meio para combater as altas taxas de inflação do período.

A TR é a média das rentabilidades de duas aplicações financeiras ofertadas pelos bancos, o CDB e RDB. Ela influencia diretamente o rendimento da caderneta de poupança e de outros empréstimos oferecidos no mercado.

Quanto rende a poupança ao mês? Quanto rende a poupança ao ano?

Desde 4 de maio de 2012, o governo mudou a regra de rentabilidade da caderneta de poupança. Hoje o rendimento depende do valor da taxa Selic vigente no período, são apenas dois os casos possíveis:

  1. Taxa Selic superior a 8,5% ao Ano
  2. Taxa Selic igual ou Inferior a 8,5% ao ano.

No primeiro caso a poupança terá um rendimento igual a 0,5% ao mês + TR, o qual também era o rendimento tradicional antes da mudança ocorrida em 4 de março de 2012. Ao ano, a rentabilidade correspondente é de 6,17% + TR.

Já no segundo caso, enquanto a rentabilidade no item 1 é “fixa”, aqui ela se torna variável. O rendimento da poupança aqui é sempre igual a 70% da taxa Selic vigente do período + TR. Em outras palavras, é a taxa Selic multiplicada por 0,7.

Se você ainda está confuso, a tabela com os exemplos abaixo poderá ajudar.

A primeira coluna é o valor da taxa Selic num determinado período do ano, a segunda é o valor que a poupança renderá com aquela respectiva taxa.

quanto rende a poupança - tabela de exemplo

 

Como funciona o resgate dos depósitos nos aniversários da conta poupança?

resgate no aniversário da cadernetade poupança

É importante saber que uma aplicação realizada na caderneta de poupança possui rendimento mensal. Se você realizar um depósito no dia 5 de determinado mês, este depósito será remunerado somente no dia 5 do mês seguinte.

E o que aconteceria se você sacasse o dinheiro antes desta data? A resposta é simples, sua aplicação não renderia absolutamente nada.

O termo “aniversário” da caderneta de poupança é exatamente usado para ilustrar a situação acima. Na situação anterior, o aniversário do depósito realizado no dia 5 ocorrerá somente no dia 5 do mês seguinte.

Simplificando, o aniversário da caderneta de poupança é a quantidade de dias suficiente para que seu depósito inicial possa render. Se você resgatar antes dos dias necessários, não haverá rendimento.

Depósitos em várias datas diferentes

O que aconteceria se depósitos em datas diferentes fossem realizados? Como ficaria os rendimentos na hora do resgate?

Suponha que foram realizados 3 depósitos num mesmo mês, um no dia 5, outro no dia 6 e finalmente o ultimo no dia 7, cada um de R$ 100 reais totalizando R$ 300 reais no total.

  • Dia 5 – R$ 100 reais
  • Dia 6 – R$ 100 Reais
  • Dia 7 – R$ 100 Reais

No caso acima temos 3 datas de aniversário, uma no dia 5, outro no dia 6 e a última no dia 7. Cada rendimento somente na sua respectiva data de aniversário ou data base.

Resumindo, o depósito de R$ 100 reais depositados no dia 5 renderá somente no dia 5 do mês seguinte, o do dia 6 renderá somente no dia 6 do mês seguinte e do dia 7 somente no dia 7 do mês seguinte.

Depósitos em várias datas diferentes com resgate antes do aniversário

Usaremos o mesmo exemplo anterior, suponha então os seguintes depósitos realizados num mesmo mês:

  • Dia 5 – R$ 100 reais
  • Dia 6 – R$ 100 reais
  • Dia 7 – R$ 100 reais

Suponha agora que no dia 2 do mês seguinte você realize um saque de R$ 150 reais, o que aconteceria com os rendimentos dos dias 5, 6 e 7 deste mês ? Enumerei passo-a-passo o que aconteceria logo abaixo:

  1. O rendimento do dia 5 será preservado e ocorrerá sobre o valor de R$ 100,00.
  2. O rendimento do dia 6 acontecerá somente em cima de R$ 50,00 reais.
  3. Não acontecerá rendimento referente ao depósito realizado no dia 7.

Mas o que está acontecendo aqui na prática?

O resgate de R$ 150 reais afetou somente os aniversários do dias 6 e 7. Isto acontece porque ao efetuar um resgate, o dia de aniversário afetado é sempre o último mais próximo antes do momento de resgate.

Como o ultimo depósito realizado foi no dia 7 do mês anterior, este será o dia de aniversário afetado pelo saque realizado no dia 2, pois é o mais próximo.

Obviamente o do dia 6 também foi afetado, pois o saque ultrapassou em R$ 50 reais o valor total depositado no dia 7 que era de R$ 100,00.

Como o valor depositado no dia 6 era de R$ 100,00 e somente R$ 50,00 foram utilizados para efetuar o saque, o rendimento acontecerá sobre o saldo restante de R$ 50,00.

Já o do dia 5 não sofreu interferência, pois foi o primeiro depósito efetuado e é o mais distante da data de saque realizada.

Para que o depósito realizado no dia 5 fosse afetado, seria necessário um saque no valor acima de R$ 200,00 reais.

Caderneta de Poupança e Imposto de Renda

Caderneta de Poupança e Imposto de Renda

Quero chamar a atenção neste tópico para duas coisas que são completamente diferentes.

Caderneta de Poupança é Isenta de Imposto de Renda.

A primeira é o fato de que a caderneta de poupança é isenta de imposto de renda. Isto significa que você não será tributado ao resgatar seu dinheiro. Usualmente, outra aplicação pagaria imposto de renda no momento do resgate, a poupança é livre desta cobrança.

Declaração de Imposto de Renda e a Caderneta de Poupança

A segunda, diz respeito sobre a necessidade de fazer a declaração de imposto de renda informando o saldo da sua caderneta de poupança.

Muitas pessoas confundem as duas coisas, mas uma não tem nada a ver com a outra. Você deve sim, declarar o saldo da sua caderneta de poupança nas declarações anuais realizadas pela receita federal.

O motivo é muito simples, para a receita federal é importante conhecer o seu patrimônio.

Imagine que você sempre colocou dinheiro na caderneta de poupança e um belo dia você compra uma casa de R$ 100 mil reais. Este imóvel deverá ser declarado para a receita federal, entretanto se você nunca declarou o saldo da sua poupança, eles poderão estranhar de onde você tirou este dinheiro.

Para ficar livre deste problema, é necessário declarar o saldo da conta poupança em suas declarações anuais. Não se preocupe em informar o saldo para a receita federal, o objetivo é simplesmente informar seu patrimônio atual, o que é diferente de pagar imposto de renda sobre o saldo da caderneta de poupança.

Para quem a Caderneta de Poupança é recomendada?

quem-deve-investir-na-caderneta-de-poupança

Este talvez seja a parte do artigo mais controverso. Várias são as recomendações para fugir da poupança devido ao seu baixo rendimento, mas particularmente eu considero ela imbatível no quesito colchão de segurança.

No começo deste artigo você leu sobre alguns contratempos do dia a dia. Despesas de última hora que podem aparecer ou situações de emergência as quais você terá que desembolsar algum dinheiro para resolve-las. São para estas situações que devemos ter nosso “colchão de segurança”.

Muitas destas situações não podem esperar, e você precisará ter o dinheiro em mãos para soluciona-las o quanto antes. Além disso, elas também não têm lugar para acontecer, seja no interior ou nos grandes centros, é importante estar prevenido.

Facilidade de sacar em qualquer casa lotérica do país (supondo que você abriu na Caixa), usar o cartão de débito se precisar comprar alguma coisa e poder sacar dinheiro até mesmo nos finais de semana, fazem da caderneta de poupança uma ótima opção para se prevenir de imprevistos.

Antes de começar a buscar outros investimentos, tenha certeza que você já construiu seu colchão de segurança primeiro. É dele que você deve retirar o dinheiro para se proteger de momentos inoportunos.

Quanto tempo minha reserva de emergência deve aguentar no caso de ficar desempregado?

Pergunta comum quando nos questionamos quanto tempo conseguiríamos nos manter sem uma fonte de renda.

Infelizmente esta é uma pergunta a qual não existe uma resposta fácil. É comum ver a notícia de consultores financeiros que recomendam no mínimo 6 meses. Mas as vezes você pode estar trabalhando numa área que é mais difícil ser realocado profissionalmente, e talvez seja interessante aumentar este tempo por precaução.

Talvez você seja servidor público, devido a estabilidade é possível se dar ao luxo de diminuir este tempo para apenas 3 meses. A verdade é que não existe um número exato, e só você poderá saber quanto tempo vai ser necessário no seu caso.

Qual o Melhor Banco para Abrir uma Conta Poupança?

melhor banco para abrir uma conta de poupança

Você já aprendeu que a conta poupança é a melhor maneira de se precaver de imprevistos. Sua facilidade de saque a qualquer momento é o que permite o uso da mesma para emergências que não tem hora e lugar para acontecer.

Sabendo disto, o ideal é que você tenha acesso fácil a esta conta em diversos lugares do país, mesmo quando os bancos estão fechados. E como conseguir isso? A resposta é simples, com poupança da Caixa.

Porque a Caderneta de Poupança da Caixa pode ser considerada a melhor?

Como será explicado na parte de mitos da caderneta de poupança, a rentabilidade desta conta em qualquer banco é a mesma, então como é possível a poupança da caixa ser melhor que as outras?

A resposta é simples, nenhum outro banco possibilitará você realizar saques e depósitos em qualquer região do país. Isso é possível pois na Caixa você poderá sacar e depositar em qualquer casa lotérica do Brasil.

Mesmo que o banco esteja fechado ou de greve, mesmo que o caixa eletrônico esteja sem dinheiro, a casa lotérica vai estar lá, sempre disponível para que você saque seu dinheiro em casos de emergência.

Partindo do interior até os grandes centros urbanos, você estará tranquilo seja onde for.

Além disso, muitas pessoas desconhecem o fato que somente a poupança da Caixa garante a totalidade do saldo aplicado. Em outras palavras, qualquer que seja o saldo depositado lá, em caso de falência do banco, você receberá 100% do seu dinheiro de volta.

Isso é possível devido a uma lei criada desde que o Banco foi fundado na época de Dom Pedro II e que continua até hoje conforme DECRETO Nº 7.973, DE 28 DE MARÇO DE 2013.

Quem pode abrir uma conta poupança?

Uma conta poupança poderá ser aberta por pessoas físicas e jurídicas(empresas).

Abrir uma conta poupança é muito simples, basta se dirigir a qualquer agência bancária e levar seu documento de identidade e comprovante de residência.

A Caderneta de Poupança não pode ser Considerada um Investimento

porque poupança não é considerado investimento

Você já aprendeu que o objetivo da caderneta de poupança é construir uma reserva de emergência pelos motivos citados anteriormente. Agora você descobrirá porque ela não é a melhor escolha na hora de investir o seu dinheiro.

Ao investir o seu dinheiro, você deve na pior das hipóteses, tentar manter o poder de compra do seu dinheiro.

Com o passar o do tempo, a inflação vai corroendo o poder de compra do dinheiro. Este é o motivo pelo qual R$ 100 reais hoje não compram os mesmos produtos depois de decorrido um período de 1 ano. Os valores dos produtos aumentarão.

Ao investir, você não deve observar somente o rendimento daquela aplicação, mas sim o rendimento dela em relação a inflação registrada no período.

E é exatamente por este motivo que a poupança não pode ser considerada investimento.

No ano de 2013 por exemplo, a poupança fechou o ano com rendimento de 5,8%, enquanto a inflação no mesmo período foi de 5,91% conforme reportagem do portal G1.

Mas o que isso significa?

Vou usar um exemplo:

  1. Suponha que você possui R$ 100 reais em janeiro de 2013, e que um produto hipotético está sendo vendido por este mesmo preço naquele mês.
  2. Você decidiu aplicar este R$ 100 reais na caderneta de poupança e postergar a compra deste produto para o final do ano.
  3. Em dezembro de 2013 o saldo na caderneta de poupança seria de R$ 105,80(rendimento de 5,8%), enquanto que o preço do produto seria de R$ 105,91(rendimento de 5,91%).

Concluímos que o saldo em janeiro de 2013 era suficiente para realizar a compra, entretanto isto não é mais verdade em dezembro daquele mesmo ano. Isso se deve pois o poder de compra foi corroído pela inflação.

No momento que este post está sendo escrito, a tendência é que a inflação aumente ainda mais no país, fazendo da poupança um meio ruim para investir devido a perda do poder de compra.

Mitos e curiosidades sobre a Caderneta de Poupança

Mitos e curiosidades sobre caderneta de poupança

Algumas dúvidas comuns são encontradas pesquisando em fóruns e outros blog’s sobre o assunto na internet, elas serão descritas a seguir.

Qual banco a caderneta de poupança rende mais?

Esta é uma pergunta comum entre muitas pessoas. A resposta é que todos os bancos possuem a mesma rentabilidade. Em outras palavras, seu dinheiro vai render o mesmo em qualquer banco que você escolha para abrir sua caderneta de poupança.

O motivo do rendimento ser igual se deve ao fato de que é o Banco Central que define as regras de rentabilidade, logo todos os bancos são obrigados a seguir suas normas.

Esta rentabilidade está descrita no tópico “Qual a rentabilidade da caderneta da poupança?” deste artigo ou alternativamente você pode consultar o site do banco central.

Qual o valor mínimo para depósito no momento de abertura da conta?

Esta é uma dúvida comum de muitas pessoas que estão planejando abrir uma conta poupança pela primeira vez.

Após procurar no site do Banco Central sobre esse assunto, não encontrei nenhuma regra que especifique um limite mínimo para abertura. Entretanto, achei muitas referências indicando que cada banco determina o seu próprio deposito inicial.

Procurando nos sites de cada banco individualmente, tive uma ótima surpresa, as maiores instituições financeiras não requerem um valor mínimo de depósito. São elas:

Clicando no nome de cada banco, você entrará no site do mesmo e poderá conferir sobre a necessidade do depósito inicial.

Quanto é preciso poupar por mês tornar-se milionário?

Sonhar em atingir o primeiro milhão é comum entre o cidadão brasileiro. Alcançar a quantia de um milhão de reais mexe com a cabeça das pessoas, pois existe o senso comum de que um indivíduo neste patamar possui muito dinheiro e portanto é muito rico.

Desde que aconteceu a mudança de rentabilidade na poupança em março de 2012, calcular este valor ficou um pouco mais difícil, afinal não sabemos qual será o comportamento da taxa Selic no decorrer dos anos.

Usar a caderneta de poupança para este objetivo também não é o caminho mais inteligente, o motivo você já sabe, a inflação corrói o poder de compra o dinheiro. Mesmo assim, como simular a quantia que devo poupar para virar um milionário? Através de um simulador!

Simulador de Poupança

Se você procurar na internet por simuladores de poupança, vai encontrar dezenas ou talvez algumas centenas deles.

Particularmente eu gosto bastante do simulador que existe na página do Gustavo Cerbasi, ele é bem autoexplicativo e caso você tenha dúvidas ao manuseá-lo, deixe seu comentário abaixo para que eu possa te ajudar.

O simulador pode ser acessado clicando aqui.

Caso seja do seu interesse conhecer a rentabilidade histórica da caderneta de poupança, este site apresenta o rendimento mês a mês desde 1990. É uma ótima maneira de conhecer o rendimento passado do investimento mais tradicional do Brasil.

Conclusão

quanto rende a poupança e como funciona

Neste artigo você aprendeu o que é a caderneta de poupança e como ela funciona.

Descobriu que a rentabilidade da poupança é afetada diretamente pela taxa de juros básica da economia, a taxa selic.

Entendeu também quais os motivos que levam a caderneta de poupança ser considerada uma excelente escolha para construir sua reserva de emergência.

Por último, conheceu alguns mitos e dúvidas mais comuns e aprendeu porque ela não é considerada um investimento.

O que eu posso fazer agora?

  1. Gostou do artigo? Conseguiu aprender coisas novas? Quer Receber mais conteúdo como este, conhecer outros investimentos e ainda receber dicas quentes que vão te ajudar a economizar e poupar ainda mais o seu dinheiro? Clique aqui e saiba mais sobre meu curso 100% gratuito.
  2. Deseja uma solução definitiva para acelerar seu aprendizado sobre como investir seu dinheiro corretamente e com segurança? Clique aqui e conheça o e-book como investir dinheiro recomendado por especialistas como Gustavo Cerbasi.
  3. Por último, se você gostou deste artigo, compartilhe ele com seus amigos nas redes sociais! Eles com certeza vão adorar!

Crédito das Imagens usadas neste artigo: Depositphotos.

  • NilsonSRJunior

    Incrível! O conteúdo do site é fantástico, em especial este blog enriqueceu muito meu conhecimento, parabéns ao autor.

    • Valeu Nilson, muito obrigado e continue acompanhando!

  • Daniel

    Cara muito obrigado,excelente artigo, enriqueceu meu conhecimento no assunto, Parabéns!

    • Muito bom saber que você gostou Daniel. Obrigado pelo comentário e continue acompanhando.

  • David

    Olá Mayko, quando acesso o Banco do Brasil é dito que a rentabilidade da poupança tem um valor se a taxa SELIC for MAIOR que 8,5% A.A., e outro valor se a mesma for MENOR/IGUAL a 8,5% A.A., mas no seu artigo está se for MAIOR/IGUAL é uma coisa e se for MENOR é outra coisa. Qual está correto?

    • Oi David, muito obrigado pelo o alerta. Já corrigi o artigo e o vídeo com os dados corretos.

  • Glaucia Vaz

    Mayko, adorei o artigo! Completíssimo e didático. Parabéns! Uma dúvida, se puder ajudar: como eu não sabia como funciona o rendimento da poupança, vi que há depósitos em váaaaaarias datas. Isso prejudica o rendimento, não é? Existe alguma forma de corrigir esse problema? Grata.

    • Oi Glaucia, muito legal saber que você gostou do artigo.

      Respondendo a sua pergunta, os rendimentos acontecerão somente nas suas respectivas datas base(aniversário). Você ficará prejudicada somente se retirar o dinheiro antes desta data. Não tem como fugir disso na poupança, o que você pode fazer é usar outro investimento como um CDB que tenha liquidez diária.

  • Raul

    Muito obrigado por esclarecer algumas dúvidas!
    Eu tenho uma última que não encontrei em nenhum local da internet… A poupança rende de acordo com DEPÓSITOS PERIÓDICOS? Ou somente de acordo com a quantia que JÁ ESTÁ DEPOSITADA?
    Obrigado!

    • Oi Raul, cada depósito realizado na poupança renderá na sua respectiva data de aniversário. O rendimento é baseado no montante depositado naquela data de aniversário especifica. Se você tem 10 mil na poupança rendendo numa data de aniversário X, e resolveu depositar mil reais numa data Y, os 10 mil reais continuarão rendendo sempre em sua respectiva data X e os mil reais renderão sempre na data de aniversário do dia Y.

  • Ivan Matos

    Boa noite, Mayko!
    Pow, entendi porque falou para fazermos o pé-de-meia, antes de investir em outras coisas. Mas porque tem que ser na poupança?
    Por que não podemos fazer isso com um tesouro Selic ou com um LC ou CDB com liquidez diária, os quais eu creio que dariam bem mais rentabilidade do que a poupança?

    Agora mesmo eu vi, pela Easynvest, um LC da Brickell de 99% do CDI, com liquidez diária (conforme print anexo)…

    O que acha?
    Abraço!

    • Particularmente eu prefiro mesclar entre ambos. Eu prefiro deixar uma pequena quantia na poupança para liquidez imediata e o resto em algum investimento mais rentável com liquidez diária como o Tesouro Selic.

      A poupança basta ir ali na esquina para sacar o dinheiro e nos outros investimentos? Apesar de ser diário, a disponibilidade do dinheiro não é tão “imediata” assim.

      • Ivan Matos

        Ah, entendi!
        Eh que até agora só estudei. rs
        Não fiz meu primeiro investimento ainda (devo fazer amanhã) rs. Então não tenho muito dessa noção ainda.

        Ta show então! Obrigadão! =-]

        • É isso ai Ivan! O primeiro passo é o mais importante =)

  • willians

    boa noite !!!!!!
    estou desde d de dezembro 2015, guardando um valor por mes ,qual seria outra forma de crescer esse valor alem da poupanç
    a,depositando por mes ?

    • Oi Willians, você poderá começar estudar outros investimentos como CDB, LCI, LCA e Tesouro Direto. São considerados investimentos conservadores e de baixo risco(desde que você saiba o que está fazendo) e possuem rentabilidades bem acima da tradicional poupança. Fica a sugestão para se inscrever no curso do gratuito do site, o qual eu abordo os investimentos que listei acima: http://www.aprendainvestirdinheiro.com/pare-de-perder-seu-patrimonio

  • Oi Leo,

    Obrigado pelo comentário!

  • Ervily Rosane

    Olá! O que acontece quando há depósito com valores irregulares no aniversário mensal? Se houver diferença, acrescente, por gentileza, os casos onde o valor depositado for maior e quando ele for menor. Muito obrigada!

  • João Soares

    Muito bom o artigo. Faço uso da poupança a bastante tempo, mas mesmo assim sempre tive dúvidas sobre a lenda de uns bancos darem rendimentos melhores que outros. E a questão dos aniversários interrompidos devido a saques, também foi bastante interessante. Apesar de estar de partida para outros investimentos mais rentáveis, também concordo e vou deixar uma pequena reserva na poupança para emergências.

    Eu acredito também que o cartão de crédito pode ajudar muito em certas situações de emergências (compra de medicamentos, eventos de ultima hora, etc.). Eu prefiro usá-lo e deixar o dinheiro na poupança rendendo (mesmo que pouco), é claro que pra casos sem cobranças de taxas e juros. É uma estratégia de troca, ao invés de retirar o dinheiro da poupança no mês X para as emergências e investir no mês seguinte, eu prefiro deixar o dinheiro rendendo no mês X, compro com o cartão e pago no mês seguinte, assim pelo menos fico com o juros dos rendimentos entre os meses e ainda gera uns pontos no cartão =D

    • Oi João,
      Legal a estratégia, valeu por compartilhar.

      • Munn Rá : O de Vida Eterna

        desculpe minha ignorância ( não estou fazendo média eu gostaria que me resolvesse uma dúvida : fiz simulações com determinado valor X na calculadora do cidadão e não entendi o porque deste mesmo valor x render valores diferentes nos meses diferentes ( valores estes inclusive grandes )