Como Economizar Dinheiro? 7 Dicas REAIS que Vão Deixar Você de Queixo Caído! A de nº 3 Vai Fazer Você Cair da Cadeira!

Tempo de leitura: 50 minutos

Prezado Max meu nome é Sérgio, tenho 61 anos, e pertenço a uma geração azarada.

Quando eu era jovem as pessoas diziam em escutar os mais velhos, que eram mais sábios. Agora me dizem que tenho de escutar … os jovens porque são mais inteligentes.

Na semana passada, eu li numa revista um artigo no qual jovens executivos davam receitas simples e práticas para qualquer um ficar rico. E eu aprendi muita coisa.

Aprendi por exemplo, que se eu tivesse simplesmente deixado de tomar um cafezinho por dia, durante os últimos 40 anos, eu teria economizado R$ 30.000,00. Se eu tivesse deixado de comer uma pizza por mês teria economizado R$ 12.000,00 e assim por diante.

Impressionado peguei um papel e comecei a fazer contas, e descobri para minha surpresa que hoje eu poderia estar milionário.

Bastava eu não ter tomado as caipirinhas que eu tomei, não ter feito muitas das viagens que fiz, não ter comprado algumas das roupas caras que eu comprei, e principalmente, não ter desperdiçado meu dinheiro, em itens supérfluos e descartáveis.

Ao concluir os cálculos percebi que hoje eu poderia ter quase R$ 500.000,00 na conta bancária. É claro que eu não tenho este dinheiro.

Mas se tivesse sabe o que este dinheiro me permitiria fazer?

Viajar, comprar roupas caras, me esbaldar com itens supérfluos e descartáveis, comer todas as pizzas que eu quisesse e tomar cafezinhos à vontade. Por isso, acho que me sinto feliz em ser pobre.

Gastei meu dinheiro com prazer e por prazer, porque hoje com 61 anos, não tenho mais o mesmo pique de jovem, nem a mesma saúde, portanto, viajar, comer pizzas e tomar cafés não fazem bem na minha idade, e roupas, hoje não vão melhorar muito o meu visual.

E recomendo aos jovens e brilhantes executivos, que façam a mesma coisa que eu fiz. Caso contrário eles chegarão aos 61 anos com um monte de dinheiro, mas sem ter vivido a vida”.

“Não eduque o seu filho para ser rico, eduque-o para ser feliz.

Assim, ele saberá o valor das coisas, não o seu preço.”

Max Gehringer”

A carta que você acabou de ler é de um ouvinte da rádio CBN e foi endereçada ao consultor Max Gehringer com o título “Viver ou Juntar Dinheiro”.

Nela é claro o sentimento de que não é possível fazer as duas coisas ao mesmo tempo, ou você vive sua vida de modo avarento, cortando gastos em absolutamente tudo para conseguir ter uma conta bancária gorda na terceira idade, ou você aproveita todos os prazeres que o dinheiro pode te proporcionar vivendo o agora, e, somente o agora.

O texto ainda nos trás uma reflexão de que é preciso viver o momento por meio do consumismo, mesmo que isso te torne pobre ao final da vida.

Além disso, o texto remete a famosa história do cafezinho, você já ouviu falar dela?

A história diz se você deixar de gastar dinheiro com aquele cafezinho diário depois do almoço e usar esse mesmo valor para investir, será possível acumular mais de um milhão de reais após um determinado período de tempo.

Se você procurar por dicas de economizar dinheiro no Google, descobrirá pessoas falando para você tomar banho usando apenas um balde, parar de ir ao cinema, cortar o seu próprio cabelo, não tirar férias e entre outras dicas que considero bizarras(nada contra se você faz alguma delas, ok?).

Tudo isso para quando você chegar aos seus 60, você terá economizado dinheiro suficiente para TALVEZ aproveitar a vida.

O fato é que estas maneiras de economizar dinheiro possuem um lado bem perverso, elas te proíbem de fazer atividades que te trazem algum tipo de satisfação ou realização pessoal.

A verdade é que ninguém quer enriquecer ao custo de se privar de fazer as coisas que gosta e tem prazer. Você quer enriquecer para fazer, exatamente, as coisas que ama e aprecia!

Mas será que é possível viver o presente consumindo de forma racional e equilibrada, e ainda conseguir poupar para ter um estilo de vida confortável no futuro?

Este artigo NÃO focará em dicas de economizar dinheiro cortando aquela casquinha de baunilha do Mc Donalds que você tanto gosta, também não falará sobre cortar gastos com minúcias do seu dia a dia.

Abordarei maneiras inteligentes de você economizar dinheiro e que possuem um grande potencial de economia para o seu bolso ao final de um ano.

Ao invés de falar o que você não deve fazer com o seu dinheiro, eu vou te mostrar como você poderá gasta-lo de maneira inteligente, economizando durante o processo.

Você aprenderá como economizar dinheiro sem deixar de fazer as atividades que te dão prazer e que te trazem satisfação pessoal, ou seja, continuará fazendo o que já está habituado, porém, de forma mais inteligente.

Preparado?

Então continue lendo este artigo para descobrir:

  1. O que realmente significa economizar e qual o segredo dos verdadeiros milionários na hora de economizar dinheiro.
  2. Como economizar dinheiro se livrando de tarifas bancárias para sempre.
  3. Como economizar dinheiro usando um cartão de crédito sem anuidade.
  4. Como comprar mais barato SEMPRE e receber parte do valor da compra de volta em sua conta corrente ao comprar nos maiores e melhores sites de comercio eletrônico do Brasil.
  5. Como economizar dinheiro comprando seus calçados pelo preço mais barato possível pela internet, sem medo dele não caber no seu pé quando a encomenda chegar em sua casa.
  6. Como economizar dinheiro com assinaturas de TV a Cabo, Internet, Telefone, Spotify, Revistas, jornais e outros pagamentos recorrentes por meio de um simples telefonema
  7. Como economizar dinheiro ao monitorar todos os seus gastos de forma automática, sem fazer uso de planilhas complicadas ou de folhas de papel.
  8. Como economizar dinheiro ao eliminar as compras por impulso da sua vida de uma vez por todas!
  9. [BÔNUS] Como economizar dinheiro investindo em seu conhecimento

O Que é Economizar Dinheiro? O Segredo dos Milionários!

o segredo dos milionários para economizar dinheiro

De acordo com o dicionário Michaellis, a palavra “economizar” pode assumir os seguintes significados:

  • Administrar com economia
  • Juntar dinheiro
  • Poupar
  • Gastar com parcimônia
  • Reduzir Despesas

Para algumas pessoas economizar dinheiro também é sinônimo de cortar gastos em absolutamente tudo, objetivando guardar o máximo de dinheiro possível ao final do mês.

Mas será que economizar significa que você deve buscar continuamente cortar gastos em tudo que te rodeia?

No livro O milionário mora ao lado, de Thomas J. Stanley e Will Danko, que estudou o estilo de vida de milionários americanos, o autores chegaram à conclusão que o sucesso financeiro está associado a uma palavra: frugalidade.

Mas… Você sabe o que significa frugalidade?

Frugalidade significa fazer bom uso dos seus recursos financeiros.

Uma pessoa frugal é aquela que gasta sem piedade em coisas que ama e corta gastos de forma implacável em coisas que não são relevantes para ela.

Existem pessoas que adoram gastar dinheiro viajando e conhecendo novos lugares, mas não ficam incomodadas de se hospedarem em acomodações mais simples e mais baratas.

Existem pessoas que adoram gastar dinheiro comprando as últimas tecnologias do momento, elas adoram possuir o smartphone/ tablet/computador/video game mais moderno, entretanto, não ligam em realizar programas caseiros ao invés de gastarem dinheiro numa balada ou restaurante requintado.

Existem pessoas que adoram baladas com seus amigos e jantar em bons restaurantes, mas não se incomodam pelo fato de não possuírem roupas de grife e, tão pouco, repetir o mesmo visual que estavam usando na noite anterior.

O que as pessoas acima têm em comum? Elas gastam em coisas que amam e cortam gastos em tudo aquilo que não se importam ou não precisam. Elas são frugais.

O estudo realizado no livro O milionário mora ao lado, de Thomas J. Stanley e Will Danko, mostrou que  que mais de 50% dos milionários nunca gastou de maneira extravagante e exagerada em sapatos, relógios e ternos caros.

O motivo? Isto simplesmente não era importante para eles.

Por mais que comprar um luxuoso relógio Rolex de R$ 60 mil reais esteja ao alcance de um milionário, a grande maioria não compraria, pois é algo irrelevante.

Como você pode perceber, ser frugal não significa cortar gastos em tudo que for possível, e também não quer dizer que você deva gastar de maneira extravagante em tudo que te rodeia.

Ser frugal é focar no que você dá mais valor e importância, economizando impiedosamente em todo o resto que não seja relevante para você.

Não é incomum encontrar pessoas criticando umas às outras por seus gastos.

Talvez você já tenha criticado algum amigo que comprou um celular top de linha e de última geração alegando que aquela compra era desnecessária e que ele poderia ter adquirido um celular mais barato.

Talvez esse mesmo amigo tenha te criticado por você ter gasto R$ 300 reais num ingresso para um camarote de show sertanejo.

Se seu amigo é um amante de tecnologia, ter um celular top de linha pode ser prioridade para ele, porém, não é para você.

Do mesmo modo, se você é amante de música sertaneja, pagar R$ 300 reais num camarote de show sertanejo pode ser prioridade para você, porém não é para seu amigo

O problema não é necessariamente no que você gasta, e sim, comprar algo que não tenha realmente relevância para você, ou, simplesmente, adquirir produtos com o intuito de impressionar outras pessoas, ou seja, comprar por “status”.

Uma definição de compra por status que gosto bastante é:

É o ato de comprar o que você não precisa, com o dinheiro que você não tem, para impressionar pessoas que você não conhece, a fim de tentar ser uma pessoa que você não é.

Outro problema são as compras por impulso, são aquelas compras que você se arrepende tão logo põe os pés em casa ou acaba usando pouquíssimas vezes.

Geralmente o destino final do produto é ficar jogado num canto qualquer acumulando poeira.

Já falei sobre compras por impulso aqui no blog, no artigo “Como Gastar Menos e Parar de Comprar Por Impulso, um Método Ridiculamente Simples, Porém Inacreditavelmente Poderoso”, você descobrirá um jeito simples para nunca mais realizar uma compra por impulso na vida.

O problema de falar que você deve focar naquilo que ama e economizar em tudo que não seja relevante pode te levar a pensar que será impossível economizar, pois você, certamente, ama tudo que o dinheiro pode comprar.

É fácil querer o que há de melhor em tudo: Viajar o tempo todo e ficar nos melhores hotéis, viver em um apartamento amplo e super bem localizado, sempre andar com roupas novas, dirigir carros de luxo e sair com os amigos todas as noites.

Infelizmente, a verdade é que você precisa estabelecer prioridades.

Se você vive de aluguel e ama viajar, um possivel aumento de salário não é, necessariamente, motivo para trocar de apartamento por um mais amplo e com aluguel mais caro.

Talvez você deva priorizar conhecer as cidades e países que sempre sonhou primeiro, para somente depois pensar na nova mudança de apartamento.

No final das contas, sempre será uma questão de priorizar aquilo que sua condição financeira permite no momento.

#1 Como Economizar Dinheiro com Tarifas Bancárias

livre de tarifas bancáriasAo contrário do que você imagina, a tarifa cobrada todo mês de sua conta corrente não é uma tarifa de manutenção como você sempre ouviu falar.

Esta tarifa refere-se aos serviços de conta corrente que o banco disponibiliza para você. Esses serviços são disponibilizados de forma mensal.

Alguns deles são:

  • Quantidades de transferências de valores para contas de outras instituições financeiras usando TED´s ou DOC´s
  • Quantidades de transferências de valores entre contas da mesma instituição financeira por meio de TEV´s.
  • Quantidades de extratos mensais para você acompanhar a movimentação da sua conta corrente
  • Folhas de talão de cheque
  • Quantidades de saques que você poderá realizar no caixa eletrônico do próprio banco
  • Quantidade de saques que você poderá realizar em bancos 24 horas

Segue abaixo um exemplo de pacotes de serviços disponibilizados pelo banco do Brasil para seus clientes.Exemplo de tabela de tarifas bancarias do Banco do Brasil

A imagem acima corresponde do pacote de serviços do Banco do Brasil denominado  “Padronizado IV”, que está disponível no próprio site do banco.

Para simplificar, vou me atentar apenas aos dois retângulos vermelhos que marquei na figura.

O primeiro retângulo de cima para baixo, traz informações de quantas operações pré-determinadas aquele pacote de serviços está cobrindo.

Veja que com ele você poderá realizar as seguintes operações:

  • Possuir 10 folhas de talão de cheque por mês
  • 6 Extratos mensais de sua conta
  • 4 Extratos de um período anterior ao mês atual
  • 8 Saques por mês
  • 3 Transferências Eletrônicas de Docs ou Teds por mês
  • 6 Transferências eletrônicas entre contas do mesmo banco

Agora vou me atentar ao segundo retângulo em vermelho, ele mostra o preço que você teria que pagar caso contratasse este pacote.

Uma bagatela de R$ 37,95 reais por mês, totalizando R$ 455.40 reais por ano!

Hoje em dia você tem duas opções para ficar livre de tarifas bancárias mensalmente e para sempre.

  1. Aderindo ao pacote de serviços essenciais
  2. Aderindo a uma conta na modalidade digital

Em relação a primeira opção, desde 25 de novembro de 2010 o Banco Central instituiu que todo banco é obrigado a oferecer uma quantidade pré-determinada de serviços gratuitos definido como pacote de serviços essenciais.

Isso quer dizer que quando você for abrir sua conta corrente, basta pedir ao atendente a adesão ao pacote de serviços essenciais para se ver livre da famosa “taxa de manutenção mensal”.

O pacote de serviços essenciais permitirá você possuir os seguintes serviços abaixo:

  • 4 Saques mensais
  • 10 Folhas de talão de cheque
  • Consultas ilimitadas pela internet
  • 2 Extratos mensais
  • 2 Transferências entre contas da mesma instituição financeira
  • Direito a Cartão de débito

Vale lembrar que para qualquer operação realizada que não estiver listada acima, ou que ultrapassar os limites definidos, você será cobrado de acordo com a tabela de tarifas vigente do banco.

Para saber mais como economizar com tarifas, você poderá ler o artigo: Como Não Pagar Taxas e Tarifas de Banco – O Guia Definitivo

Se você é daquele que costuma fazer todas as suas transações bancárias por meios digitais, ou seja:

  • Caixas eletrônicos
  • Smartphone
  • Tablet
  • Internet Banking por meio de um PC

Esta é a modalidade de conta mais adequada para você.

A Conta digital é uma modalidade de conta que possui serviços ilimitados gratuitos quando executados, exclusivamente, por meios eletrônicos.

Ela está regulamentada pela Resolução do Banco Central 3.919, de 25/11/2010.

Todas as operações listadas abaixo podem ser feitas de maneiras ilimitadas e sem nenhuma cobrança por parte da instituição financeira:

  • Saques e depósitos em caixa eletrônico
  • Pagamentos de conta por internet ou caixa eletrônico
  • Compras a débito
  • Teds, Docs e Tevs Ilimitados

Hoje em dia a quantidade de bancos que ofertam a modalidade digital decaiu absurdamente.

Grandes bancos como o Banco do Brasil, Itaú e Bradesco ofereciam essa modalidade a seus correntistas, entretanto, nos dias atuais essa modalidade não está mais disponível.

Atualmente o único banco que oferece essa modalidade é o Banco Inter.

Segue abaixo um vídeo explicando como abrir a sua conta.

 

#2 Como economizar dinheiro possuindo um cartão de crédito sem anuidade

Como economizar dinheiro com cartões de crédito

 

Se você está insatisfeito com a anuidade do seu cartão de crédito atual, ou está pensando em adquirir um novo, aqui vão 4 dicas de cartões de crédito sem anuidade e que são aceitos em todo o território nacional.

Cartão de Crédito sem Anuidade Saraiva

cartão de crédito sem anuidade saraiva

É o cartão da Livraria Saraiva, existe somente na bandeira Visa e é internacional com chip. Com o cartão você acumula pontos para usar em milhas aéreas e em compras nas lojas da livraria.

Quais são as vantagens?

Dentre as vantagens deste cartão, podemos listar:

  • Cartão Internacional – Você pode fazer compras no Brasil e no exterior.
  • Duplo programa de pontos – Todas as compras dentro ou fora da rede Saraiva, valem pontos para o programa Saraiva Plus e Milhas aéreas.
  • Condições de pagamento diferenciadas quando realizadas compras pelo site ou na loja física.
  • Cartão de CHIP – Mais segurança na hora de realizar suas compras.
  • Cartões adicionais sem anuidade – Até 4 cartões de crédito adicionais sem anuidade

Como adquirir?

A requisição é feita pela internet no próprio site da saraiva. Clique aqui e depois entre na opção “Peça já o seu”.

Cartão de Crédito sem Anuidade Petrobrás

cartão de crédito sem anuidade petrobrásO cartão Petrobras foi criado em parceria com o Banco do Brasil e só existe na bandeira Visa, é um cartão Internacional e com chip.

Quais são as vantagens?

  • Cartão Internacional – Você pode fazer compras no Brasil e no exterior.
  • Cartão de CHIP – Mais segurança na hora de realizar suas compras.
  • Cartões adicionais sem anuidade – Até 4 cartões de crédito adicionais sem anuidade
  • Programas de pontos que podem ser trocados por milhas aéreas

Como Adquirir?

A requisição também é pela internet, basta acessar este link e preencher o formulário de inscrição.

Cartão de Crédito sem Anuidade Santander Free

cartão de crédito sem anuidade santander

O cartão Santander Free está disponível nas bandeiras Visa e Mastercard além de também ser Internacional. Possui anuidade gratuita desde que você gaste o valor de R$ 100,00 por mês.

Quais são as vantagens?

  • Cartão Internacional – Você pode fazer compras no Brasil e no exterior.
  • Disponível nas bandeiras Mastercard e Visa
  • Pode-se acumular pontos para trocar por passagens aéreas e hospedagem em hotéis pelo site SuperBonus.
  • Cartões adicionais sem anuidade – Até 5 cartões de crédito adicionais sem anuidade.

Como Adquirir?

Você poderá solicitar o seu pelo próprio site banco clicando aqui.

Você também poderá comparecer à agência Santander mais próxima de sua residência e fazer a requisição do cartão.

Lembre-se de levar Identidade, CPF, comprovante de endereço e comprovante de renda.

Cartão de Crédito Nubank

o que é nubank

O Nubank é uma empresa brasileira sediada em São Paulo e criada em 2013 que oferece um cartão de crédito internacional Gold da Mastercard sem anuidade e sem tarifas.

Apesar de focar apenas no cartão de crédito momentaneamente, o Nubank nasceu para revolucionar o mercado de serviços financeiros no país.

Como funciona o cartão Nubank?

A ideia por traz do Nubank é permitir que você consiga realizar tudo pelo seu próprio celular, portanto ter um smartphone é condição obrigatória para solicitar seu cartão.

Gerenciar suas compras, realizar contestações de saque, aumentar seu limite de crédito, pagar sua fatura, bloqueio/desbloqueio do cartão, consultar seu saldo e obter ajuda estão entre as funcionalidades oferecidas pelo aplicativo da Nunbank que está disponível para Android, IOS e Windows Phone.

Outras funcionalidades oferecidas pelo aplicativo da Nubank no Smartphone são:

  • Gerenciamento das compras em tempo real
  • Previsão do valor a ser pago em faturas futuras
  • Adiantamento de parcelas futuras com desconto (único cartão no Brasil a oferecer esta funcionalidade)
  • Como adquirir o seu cartão Nubank?
  • O vídeo acima, criado pelo próprio Nubank, explica o que você precisa e como é o processo para solicitar o seu cartão.

O processo de adesão é por meio de convite. Você deverá solicitar seu convite e ser aceito pela empresa.

Antes de solicitar, é preciso ter certeza que você satisfaz os seguintes requisitos:

  • Possui mais de 18 anos de idade
  • Mora no Brasil
  • Possuir um Smartphone

Como você pode perceber, não é exigido comprovante de renda e também não há obrigatoriedade de possuir conta em nenhum banco.

Existem 3 meios disponíveis para fazer o seu cartão Nubank:

  1. Pelo próprio aplicativo da empresa em seu celular
  2. Pelo site da empresa
  3. Sendo convidado por outro usuário que já possua o cartão.

De acordo com a empresa, ser indicado por outro usuário, que seja bom pagador, aumenta suas chances de ter seu convite aceito.

Para saber mais informações sobre o cartão Nubank, você poderá ler o artigo: Cartão Nubank é Bom e Seguro? Saiba Absolutamente Tudo!

DICA EXTRA

Se você já possui um cartão de crédito com anuidade e gostaria de apenas de renegociar essa tarifa com seu banco, o vídeo abaixo do Seiiti Arata poderá te ajudar com dicas preciosas para realizar esta negociação.

#3 Como Economizar Dinheiro Comprando mais Barato SEMPRE e Recebendo Parte do Dinheiro de Volta em sua Conta Corrente

Como economizar dinheiro com suas compras online

Além de poder comparar os preços de produtos usando sites como BuscapeZoom, permitindo que você ache a loja mais barata possivel, hoje é possível receber parte do seu dinheiro de volta ao comprar produtos pela internet.

Isso é possível graças ao site Méliuz.

Além de apresentar cupons de desconto dos principais sites de comércio eletrônico no Brasil, você receberá parte do dinheiro que pagou (já ví promoções chegando até 50%) diretamente em sua conta corrente.

Clique aqui para se cadastrar no site e ganhar R$ 10 reais.

Um dos grandes problemas que tenho ao usar sites de cupons online é ter que lembrar de ativar o cupom antes de comprar determinado produto.

Muitas vezes você entra na loja do produto e esquece de ativar o cupom, perdendo o precioso desconto nesse processo, isso já aconteceu com você?

No Méliuz este problema está resolvido. Se você utiliza o navegador do Google Chrome, poderá baixar este plugin para lembra-lo de ativar o cupom sempre que estiver visitando uma loja parceira do Méliuz.

Funciona assim: Se você estiver visitando uma loja online como a Americanas.com e esqueceu de ativar o cupom, o plugin do Méliuz piscará em sua tela avisando que você poderá ativar o cupom para aquele site.

Assim, você receberá parte do seu dinheiro de volta ao realizar sua compra naquele site específico.

A estratégia aqui é procurar o menor preço de algo que você precise comprar, usando sites comparadores de preços como o Buscapé e Zoom, entrar no Méliuz e ativar o cupom para ganhar parte do dinheiro da compra de volta.

O vídeo abaixo do próprio Méliuz explica como funciona todo o processo.

DICA BÔNUS

Para sites que não seja possível usar o cupom oferecido pelo Méliuz, você poderá visitar o site de cupons Cuponeria e verificar se existe algum cupom de desconto para algo que você precise comprar.

É possível encontrar cupons que vão desde aquela casquinha do MC Donalds até sua primeira viagem de Uber. Clique aqui para visitar o site e verificar os cupons disponíveis.

#4 Como Economizar Dinheiro Comprando Calçados pelo Menor Preço Possível e Sem Medo dele não Caber no Seu Pé!

Como economizar dinheiro com calcados

Se você compra os seus próprios calçados e os da sua família, esta dica tem um alto potencial de economia.

Ela é bem simples, você experimentará tênis, sapatos e botas na loja física perto de sua residência, tirará uma foto do modelo com seu celular e procurará o modelo para comprar na Netshoes.

É isso mesmo que você leu, muitas vezes não compramos vestuário pela internet porque não sabemos se o produto servirá quando chegar em nossa residência, entretanto, existe uma maneira de contornar isso.

Se você precisa trocar seu tênis ou sapato, você poderá visitar uma loja física qualquer e experimentar os modelos existentes lá. Se você gostou de algum, tire uma foto para lembrar o modelo e visite o site da Netshoes para comparar o preço.

Certamente o modelo que você experimentou existe na Netshoes, além disso, é bem provável que ele seja mais barato.

Uma vez que você já experimentou o modelo na loja física e viu que ficou bom, terá tranquilidade para pedir o tênis ou sapato do mesmo modelo pela internet.

O site é famoso por ter frete grátis, ou seja, muitas vezes seu produto não ficará mais caro por conta do frete.

Esta dica tem um potencial de economia ainda maior, pois o Netshoes é uma loja parceira do Méliuz, ou seja, além de ter a possibilidade de comprar mais barato, você receberá parte do dinheiro da compra de volta.

Talvez você esteja pensando que adotar este comportamento não é justo com a loja física, entretanto, caberá a você avaliar se a economia gerada pela compra no Netshoes+Méliuz compensa o atendimento recebido pelo lojista.

Se na sua cidade você é atendido mal e por pessoas com expressões carrancudas (como acontece aqui onde eu moro), pense nisso como um incentivo para que a loja melhore seu atendimento.

Em resumo:

  1. Procure calçados nas lojas físicas
  2. Experimente e veja se o mesmo ficou confortável em seu pé
  3. Tire uma foto do modelo com seu celular
  4. Vá ao Netshoes e veja se o mesmo modelo está disponível por preço menor
  5. Ative o cupom do Méliuz
  6. Realize sua compra online pagando menos e ainda recebendo parte do dinheiro de volta.

#5 Como Economizar Dinheiro com Pagamentos Recorrentes

como economizar dinheiro com pagamentos recorrentes

Pagamentos recorrentes são aqueles cobrados rigorosamente da sua conta corrente ou cartão de crédito mensalmente. É possível que eles cheguem por boleto também.

Você possui a assinatura de algum serviço abaixo?

  • Netflix?
  • TV a Cabo?
  • Plano de Celular?
  • Provedor de Internet?
  • Assinatura de alguma revista?
  • Assinatura de algum Jornal?
  • Spotify?

Quanto você gasta com estes serviços mensalmente? Você realmente faz uso deles ou eles servem apenas para gerar aquela prazerosa sensação psicológica de estarem disponíveis quando você precisar?

Se você faz uso, quando foi a última vez que procurou saber mais informações a respeito de outros planos do serviço prestado?

Empresas costumam lançar planos novos o tempo todo, principalmente em épocas de crise com objetivo de reter clientes.

Muitas vezes você está pagando por um serviço que já foi substituído por um plano mais barato e que atenderia sua expectativa.

Isto é muito comum, especialmente em plan1os de telefonia fixa e móvel.

E adivinha o que você precisa fazer? Geralmente uma simples visita ao site da empresa ou um telefonema. Isso permitirá você se informar dos novos planos oferecidos pela prestadora de serviços.

Outra alternativa para economizar é verificar se a empresa oferece um modelo de assinatura semestral ou anual.

Em geral, é possível ganhar um desconto generoso mudando de um modelo de assinatura recorrente mensal para um anual.

Apesar da opção acima não ser ideal para todo mundo, valerá muito a pena se você conseguir arcar com os custos de uma assinatura anual.

Se você assina jornais ou revistas, muitas delas dão desconto se você assinar somente a versão digital e não quiser mais receber o velho papel em casa.

Se você faz uso do Spotify e é estudante, eles possuem um plano de assinatura que oferecem 50% de desconto.

Considere também cancelar seus serviços de jornais e revistas se você acredita que acompanhar as notícias de forma gratuita pela internet é o suficiente para você.

A cada dia é mais comum as pessoas substituírem os planos de TV por assinatura por serviços de streaming como o Netflix ou Amazon Prime Vídeos.

Se apenas os serviços de streaming não forem suficientes para suprir sua demanda por “TV por assinatura”, considere usar serviços de telefonia, internet e TV de uma mesma operadora.

Em geral, a contratação de um combo (TV + Internet + Celular) com uma mesma empresa acaba saindo mais barato do que a compra individual dos serviços com empresas diferentes.

Você pode usar o site Melhor Escolha para pesquisar qual o combo mais apropriado ao seu perfil, ele verifica quais combos estão disponíveis baseado na região que você mora.

Nos meus testes, encontrei divergência de valores entre o que está apresentado no site Melhor Escolha e o valor real praticado na página oficial das empresas fornecedoras do serviço.

Portanto, não deixe de conferir no site da própria prestadora de serviço antes de tomar sua decisão final.

#6 Como Economizar Dinheiro Controlando seus Gastos

como economizar dinheiro controlando seus gastos

Você se encaixa em algumas das perguntas abaixo?

  • Não faz a mínima noção para onde está indo seus gastos ou onde está gastando seu dinheiro. Se já sabe, gostaria de uma maneira mais simplificada de organizar suas anotações.
  • O mês chegou ao fim e algumas vezes falta dinheiro para pagar contas importantes.

Muito sugerido em sites de finanças pessoais por aí, a melhor maneira de saber onde você está gastando seu dinheiro é criando uma planilha para monitorar seus gastos.

Saber para onde está indo seu dinheiro ajudará você a evitar desperdícios e focar no pagamento das contas que realmente são importantes, economizando dinheiro no processo.

Monitorar seus gastos permitirá você saiba para onde está sendo gasto seu salário, mas convenhamos que fazer isso de forma manual pode ser chato e tedioso para boa parte das pessoas.

Em geral, você baixa ou cria uma planilha no Microsoft Excel e preenche diariamente com tudo que você gastou e recebeu no dia.

Outra alternativa é fazer seu controle de gastos no próprio papel, o que também torna a tarefa árdua e chata para muita gente.

Utilizar os meios acima pode até funcionar no começo, mas será que você conseguirá fazer isto para o resto da sua vida de forma manual? Não seria interessante se existisse um meio de automatizar este processo?

Se você for como eu e odeia ter que anotar, diariamente, onde cada moedinha está sendo gasta, então a dica a seguir é para você.

Felizmente o processo de ter todas suas despesas e receitas anotadas de forma automática já é uma realidade por meio do aplicativo Guia Bolso.

Guia Bolso é um aplicativo gratuito para celular disponível para Android e IOS, que exporta e categoriza da conta bancária do usuário toda sua movimentação financeira de forma automática.

Caso você tenha um cartão de crédito vinculado a sua conta bancária, ele também registrará toda a movimentação que vier a ser realizada por ele.

A empresa já possui cerca de 2 milhões de usuários no Brasil e de acordo com os dados da mesma, os usuários que fazem uso do programa costumam economizar em média 350 reais no primeiro mês 750 reais a partir do quarto mês(fonte).

Guia Bolso categoria de Gastos

Umas das grandes vantagens do aplicativo é a categorização dos gastos, permitindo saber quanto do seu dinheiro está sendo destinado para áreas como saúde, transporte, bares/restaurantes e etc.

Além disso, os gastos são mostrados em um gráfico no formato de pizza, facilitando a visualização de cada despesa em relação ao todo.

O Guia Bolso é um aplicativo bem simples de ser usado, para saber mais detalhes sobre seu funcionamento e como baixa-lo visite o site oficial clicando aqui.

#7 Como Economizar Dinheiro Eliminando as Compras por Impulso de uma Vez por Todas

como economizar dinheiro controlando deus impulsos

Você já comprou algum produto para se arrepender tão logo colocou os pés em casa?

Você já comprou algum penduricalho que ficou jogado num canto qualquer acumulando poeira por meses ou até mesmo anos?

Se você respondeu sim para alguma das perguntas acima, você não está sozinho.

Uma pesquisa realizada pelo SPC Brasil mostrou que 100% dos consumidores já compraram por impulso pelo menos alguma vez na vida.

No artigo Como Gastar Menos do que Ganha e Parar de Comprar Por Impulso – Uma Técnica Simples, Porém Inacreditavelmente Poderosa! eu explico que um dos grandes motivos que te levam a comprar por impulso são as promoções.

Isso acontece pois temos a tendência a dar um preciosismo maior a tudo aquilo que é escasso.

Já notou como as lojas trabalham com escassez?

Promoções de “10% de desconto somente hoje” ou “vagas limitadas” são comuns por aí e possuem o objetivo de aguçar nossa sensação de escassez,  aumentando a percepção de preciosidade do produto ou serviço que está a venda.

Em geral, a palavra PROMOÇÃO já passa uma sensação de algo escasso, algo que se você não aproveitar agora, vai acabar ficando para trás.

Não é à toa que o período da Black da Friday, marcado pela promoção e escassez dos produtos, bate recordes de vendas ano após ano.

Além disso, não é incomum que compras por impulso aconteçam sempre que você estiver passeando num shopping, loja de rua ou vagando sem destino pela internet.

Em geral, você passa na frente de alguma vitrine e vê um produto que parece ser interessante. Resultado? Acaba entrando na loja para dar aquela “olhadinha”.

Com o tempo você foi se habituando a ter este comportamento de forma automática, e quando se dá por sí, já está passando o cartão na maquininha do vendedor.

A partir de agora, sempre que você parar na frente de alguma vitrine e sentir o desejo de entrar para comprar alguma coisa, pergunte a sí mesmo:

  • Eu realmente farei uso disto?
  • Eu realmente preciso disto?

Não compre de imediato, anote esse produto num papel ou em algum outro lugar que você preferir(sugiro o Evernote), e postergue sua compra até o dia seguinte ou semana seguinte.

Assim, você estará mudando a “rotina” de entrar na loja e passar seu cartão de crédito para uma real reflexão da necessidade daquela compra.

Algo que também pode ajudar é refletir o quanto a economia gerada, resultado de não ter realizado a compra, poderá te colocar mais perto do seu próximo objetivo financeiro(é importante saber aonde você quer chegar)

Você ficará surpreso com os resultados ao utilizar esta técnica, pois existe uma grande probabilidade daquela necessidade de compra desaparecer completamente ou se tornar totalmente irrelevante.

Esta é uma dica muito valiosa e quanto mais praticá-la, mais controle sobre suas compras futuras você terá com o tempo.

Se você quiser entender mais sobre os motivos que te levam a comprar por impulso, ou simplesmente quer se aprofundar sobre o tema, não deixe de ler o artigo completo clicando aqui.

#8[BÔNUS]Como Economizar Dinheiro Investindo em Conhecimento

Como economizar dinheiro investindo em conhecimento

Esta dica é totalmente opcional, entretanto, eu recomendo fortemente que você leia até o final caso queira se diferenciar dos demais e alcançar resultados extraordinários.

Quero dividir esta última dica em 3 partes:

  1. O custo da sua ignorância
  2. A questão da escola e a mentira do fim dos estudos
  3. Lugares para você buscar conhecimento

No primeiro falarei como o caminho da ignorância poderá custar muito caro para o seu bolso.

No segundo falarei sobre como o modelo tradicional de ensino formal permanece arcaico e o que você pode esperar para o futuro.

Falarei também da mentira do “fim dos estudos”, que é aquele período da vida o qual você já está no mercado de trabalho e bate no peito orgulhoso alegando que “terminou os estudos”, conhece alguém assim?

No terceiro passarei alguns links de lugares os quais você poderá adquirir conhecimento de forma gratuita e paga.

O custo da sua ignorância

o custo da ignorancia

Se você acha que o conhecimento custa caro, experimente optar pela ignorância! – Abraham Lincoln

O caminho da ignorância tende a ser bastante confortável, ou seja, não há necessidade de você sair da sua zona de conforto para aprender coisas novas, porém, ele também tenderá a cobrar de você um alto custo no futuro.

Por outro lado, o caminho do conhecimento exigirá que você saia da sua zona de conforto, você descobrirá informações que vão te deixar incomodado, que mexerão com o seu égo, mas que no final te transformarão em uma pessoa melhor no futuro.

Por exemplo, nada impede que você aplique seu dinheiro no primeiro investimento financeiro que encontrar pela frente, porém, é bem provável que você perca dinheiro por não saber o que está fazendo(ignorante financeiramente).

E não entenda “perder dinheiro” apenas como obter uma rentabilidade negativa. Você também “perde dinheiro” quando deixa ele parado na poupança ao invés de outro investimento com maior rentabilidade.

Você pode ter a consciência que imprevistos financeiros podem acontecer e se precaver construindo uma reserva de emergência para amenizar problemas como desemprego, gastos com remédios e saúde, presentes fora de hora, multas de trânsito, manutenções de algum aparelho eletrônico e etc.

Ou você pode seguir o caminho da ignorância e ignorar que os problemas financeiros anteriores nunca acontecerão com você, recorrendo a empréstimos caso ruim aconteça.

Notícias recentes mostram que o brasileiro não está preparado para imprevistos financeiros, a retomada de imóveis, por exemplo, tem batido recorde(fonte), e o principal fator tem sido o desemprego e a redução da renda familiar.

Lembre-se que o banco, a empresa de luz, água, transporte e entre outros, não se importam se você perdeu seu emprego, as contas continuarão chegando.

Você também poderá ignorar que nunca chegará na terceira idade e decidir gastar todo seu dinheiro aproveitando somente o “momento presente”(festas, bebidas, baladas, viagens, ostentação e etc), porém, precisará contar com ajuda financeira e da boa vontade de terceiros por não ter feito o dever de casa de poupar quando era mais novo(isso se eles não tiverem seguido o mesmo caminho que você).

Ou você pode seguir o caminho do conhecimento e começar a poupar e investir pequenas quantias visando o longo prazo.

Lembre-se que no mundo dos investimentos o tempo é o seu maior aliado para enriquecer devido a ação dos juros compostos.

Antes de comprar seu carro novo você poderá colocar na ponta do lápis todos os custos para manter o veículo, como por exemplo, manutenção, IPVA, seguro obrigatório, seguro tradicional, estacionamento, pneus, depreciação, eventuais batidas e gastos com franquia, multas, gasolina e etc.

Mas você também pode seguir o caminho da ignorância e considerar apenas se o valor das prestações do seu financiamento caberão em seu bolso.

Lembre-se que o vendedor da concessionária e o seu gerente de banco podem não estar interessados se você conseguirá arcar com os custos de manutenção do seu veículo.

Não se esqueça também que caso não consiga pagar as parcelas do seu financiamento, seu veículo será retomado e você poderá dar adeus ao seu carro novo.

Como você pode perceber, o caminho da ignorância pode ser bastante perverso e pesar bastante no seu bolso a longo prazo, porém, você poderá permanecer tranquilamente em sua zona de conforto atual.

Sair da sua zona de conforto em busca do conhecimento poderá ser muito recompensador, mas esteja ciente que este é um processo dolorido.

Você poderá ser confrontado com uma dura realidade, é possível que você chegue à conclusão que o principal culpado por sua situação financeira atual não são os seus pais, sua avó, Deus, o governo ou o banco, e sim, VOCÊ MESMO!

O vídeo abaixo com o tema “Crescer dói” fala exatamente sobre isso

A Questão da Escola e a Mentira do Fim dos Estudos

graduacao

Gosto de pensar na educação como um processo que pode ser dividido em duas etapas distintas.

  1. Tudo aquilo que você aprendeu na escola, ou seja, durante o ensino formal
  2. Tudo aquilo que você aprendeu por conta própria, ou seja, você tomou a decisão do que realmente gostaria de aprender

Muito do que você viu na escola, durante o ensino formal, é uma grade curricular criada pelo MEC com tudo aquilo que ele achou conveniente você saber.

Mas será que MEC sabe realmente o que é melhor para você?

A escola como você conhece hoje foi criada para atender as expectativas da antiga revolução industrial, criando trabalhadores para atender a demanda das fábricas.

O pensamento industrial daquela época era linear, semelhante a uma linha de montagem, a matéria prima chegava no primeiro trabalhador que executava sua tarefa e a passava adiante.

O próximo trabalhor pegava a matéria prima(levemente transformada) e acrescentava mais modificações.

E assim sucessivamente , até que na última etapa a matéria prima virava um produto finalizado.

Outras curiosas características do pensamento industrial daquela época são:

  1. Linear: Ele era feito em etapas. Depois da etapa um, vinha a etapa dois e assim sucessivamente.
  2. Repetitivo: Cada pessoa realizava uma única tarefa e se tornava especialista naquela função.
  3. Segmentado: Cada tarefa era realizada por uma pessoa ou grupo de pessoas. Elas eram separadas por seções ou departamentos e ficavam responsáveis por uma parte específica do processo.
  4. Previsível: Numa linha de montagem você sabe exatamente como a matéria prima deveria chegar até você e como ela deveria sair para chegar ao próximo trabalhador. Se você fizesse algo errado, impactaria toda a cadeia a sua frente. Se você analisar bem, cada etapa é altamente previsível pois é altamente específica.

A escola tradicional e massificada que você estudou possui várias ferramentas de controle que lembram muito bem uma fábrica.

  • Escolas possuem uniforme, como uma fábrica
  • Tem horário de entrada e saída, como uma fábrica
  • Tem apito para a entrada e saída, como uma fábrica
  • Têm tarefas sistematicamente repetitivas, como uma fábrica
  • Têm os estudantes distribuídos em linha dentro da sala, como uma fábrica
  • Tem o crescimento linear, série após série. Como uma fábrica.
  • Tem um mesmo grupo de pessoas que diariamente convive num mesmo espaço, sob supervisão permanente de uma autoridade. Como uma fábrica.
  • Tem um adestramento através de comando e controle. Como uma fábrica.

É de se espantar que o ensino de hoje ainda seja assim, a escola como você conhece te preparou para um mundo que não existe mais.

E porque não existe mais?

Conforme muito bem escrito no livro Vai lá e Faz de Tiago Mattos, hoje você vive num mundo digital, não linear, conectado, multidisciplinar e imprevisível

Não Linear

Você recebe uma mensagem pelo WhatsApp, responde pelo Facebook e recebe a resposta final por e-mail.

Um artigo na sua timeline te leva para um vídeo, que depois aponta para um livro e que por final te devolve para outro artigo.

Se a introdução deste artigo está chata, você avança pro final e depois retorna para o meio dele. É você que escolhe qual o melhor jeito de ler.

Multidisciplinar

Me parece estranho quando olho alguém perguntando a profissão de um amigo e a resposta é algo como: Professor, médico, eletricista, bancário e etc.

A ideia de ter uma profissão, algo completamente estático, está dando lugar a ideia de exercer atividades.

Você pode ser escritor pela manhã, dar aulas a tarde e cantar em algum barzinho a noite.

É da sua natureza poder ser várias coisas ao mesmo tempo. Ter uma profissão como “bancário”  passa a ideia de algo estático, enquanto a ideia de exercer atividades ressoa como algo fluido e dinâmico.

Conectado

Quando foi a última vez que você passou 24 horas a mais de 10 metros de distância do seu celular?

É provável que você não se lembre.

Seu celular já é parte integrante do seu corpo, algumas pessoas já entram em desespero caso fiquem sem sinal WI-FI.

Note que você já usa expressões como “estou sem bateria” quando na verdade é o celular que está.

Estar conectado já é algo natural e essencial na sua vida, e a tendência é isso aumentar cada vez mais.

Imprevisível

Hoje você não precisa contar com a boa vontade de uma super gravadora ou editora de livros para se lançar no mercado.

Com um blog e um canal de youtube, você poderá atrair uma legião de fãs que gostem e querem seguir o seu trabalho.

Celebridades podem surgir do dia para a noite por meio das redes sociais e verdadeiros talentos já foram descobertos por meio do youtube.

Se você tiver um bom projeto ou uma boa ideia, pessoas comuns, que apoiem sua causa,  poderão fazer uma vaquinha virtual por meio de sites como o Kickante.

E mesmo após todas essas mudanças listadas acima, a escola parece não ter mudado em nada. Ela permanece baseada nos velhos conceitos da antiga revolução industrial.

Seu diploma poderia muito bem vir escrito nas entrelinhas: “Parabéns. Você passou treze anos executando muito bem o nosso treinamento. Agora você está apto a realizar tarefas lineares, repetitivas, segmentadas e previsíveis.”

E isso nos leva a etapa do item n° 2, a educação como um processo em que você é o protagonista, ou seja, você é quem decide o que deseja estudar e aprender. É disso que falarei a seguir.

PS: O texto que originou este pequeno subtópico foi retirado do livro Vai lá e faz de Tiago Mattos

A Mentira do Fim dos Estudos

fim dos estudos

Você deve conhecer alguém que já usou a expressão “já acabei os estudos”.

A expressão é geralmente usada quando alguém termina algum nível de instrução do ensino formal, ou seja, pessoas referem-se ao fim dos estudos quando terminam o ensino médio, ensino superior ou alguma pós.

Em comum, estas pessoas possuem o fato de já estarem inseridas no mercado de trabalho.

A ideia do “fim dos estudos” é que existem duas etapas bem distintas, aquela que você estuda e aquela que você usa os ensinamentos da escola em seu trabalho e na sua vida

Você passa uma parte da sua vida estudando com a promessa que no final estará preparado para o mercado de trabalho. Será mesmo?

Além de aprender a fórmula de Bhaskara(que até hoje eu nunca usei), você deveria aprender muitas outras disciplinas que são completamente ignoradas pelo ensino formal.

Nosso ensino carece de ensinamentos importantes para todas as fases da vida como educação financeira, criatividade, como se relacionar e encantar as pessoas ao seu redor, inteligência emocional, oratória, empreendedorismo, empatia e entre outros.

Consegue imaginar como seria sua vida profissional, pessoal e financeira se tivesse aprendido essas habilidades desde cedo? Consegue perceber quanto a ignorância de não ter estes conhecimentos pode estar te custando caro?

Hoje em dia a melhor escola não é aquela que consegue preparar o aluno para enfrentar as dificuldades da vida lá fora, e sim, são aquelas que aprovam a maior quantidade de alunos numa prova de vestibular de alguma instituição de ensino pública.

É como se tudo que você aprendeu até a faculdade pudesse ser descartado após ter sido aprovado no vestibular, e, a partir daquele momento, você começasse tudo de novo do absoluto zero.

Além disso, muito do que você estuda na escola já está ultrapassado, na era da informação as mudanças ocorrem muito rápido para serem aprendidas por meio de livros impressos de papel.

O que você aprendeu ontem, publicado em algum livro há mais de 3 anos, pode estar obsoleto hoje em dia.

Se você faz parte do grupo de pessoas que acredita ter terminado os estudos, tenho uma notícia para você:

Os estudos nunca terminam, e se você parar no tempo, vai acabar ficando para trás.

A boa notícia é que você vive numa era de ouro, nunca o conhecimento esteve tão acessível e abundante como hoje.

Se você sempre esteve acostumado com alguém apontando o dedo para o seu nariz e falando o que deveria ser estudado, é hora de mudar isso e assumir a responsabilidade pelo conhecimento que você anda adquirindo fora da escola.

Fora da escola convencional você tem a possibilidade de escolher o que quer aprender e na velocidade que desejar, podendo aplicar o que foi aprendido em situações do seu dia-dia.

Você tenderá a ficar muito mais engajado, pois colherá resultados concretos de algo que você mesmo escolheu aprender.

A educação é uma experiência completamente nova quando você é o protagonista, ou seja, quando é você que escolhe o que deseja ser aprendido e na velocidade desejada.

Mas onde você pode buscar conhecimento e aprender coisas novas?

É sobre isso que falarei a seguir.

Fontes inesgotáveis de conhecimento

a questão da escola

Conforme falado anteriormente, você está vivendo a era de ouro do conhecimento.

Além de abundante e extremamente acessível pela internet, hoje você possui a possibilidade de aprender com algumas das melhores escolas e professores do mundo.

E a melhor parte é que este conhecimento está acessível de maneira gratuita ou por valores extremamente irrisórios.

Abaixo listo algumas fontes:

  1. O próprio curso gratuito deste blog – Esse sou suspeito para falar, mas se você quiser aprender sobre educação financeira para iniciantes, vai gostar bastante dele.
  2. Duolingo – Aprenda a falar diversos idiomas de maneira divertida e gratuitamente.
  3. Udemy – Vários cursos criados por pessoas comuns como você. Existem cursos das mais diversas áreas e até mesmo cursos de MBA inteiros na plataforma.
  4. Hotmart Academy – Aprenda como aproveitar o conhecimento que você possui para criar cursos online e ganhar dinheiro com isso. Curso gratuito.
  5. Havard – É isso mesmo que você leu. Cursos gratuitos de uma das universidades mais bem conceituadas do planeta.
  6. MeuSucesso.com – Acompanhe a história de sucesso de vários empreendedores.
  7. Revistas – As velhas revistas também podem ser grandes fontes de grande conhecimento. No Brasil existem duas editoras bem conhecidas: A editora Globo e a editora Abril. Particularmente assino a revista pequenas empresas e grandes negócios.
  8. Ted Talks – Gosto muito das palestras do Ted Talks. É o tipo de conhecimento que pode ser consumido em poucos minutos e possui muito valor agregado.
  9. Livros: Se você gosta de ler e não sabe por quais livro começar, recomendo FORTEMENTE a leitura dos livros a seguir: Como fazer amigos e influenciar pessoas, O poder do hábito, Pai rico e Pai pobre, Os segredos da mente milionária, Armas da Persuasão, Vai lá e faz, Inteligência emocionalFoco.

Conclusão

como economizar dinheiro

Sérgio, autor da carta que iniciou este artigo, descreve uma situação em que duas situações opostas são dadas como as únicas opções possíveis.

O autor da carta peca ao considerar que só é possível fazer uma coisa OU outra, não levando em consideração que existem outras possibilidades possíveis.

Além disso, o texto é leve, fluido, simples e cativante, levando ao leitor a realmente acreditar que o importante da vida é somente se preocupar com o presente e a felicidade instantânea.

Vale lembrar que em nenhum momento Sergio mencionou o investimento em conhecimento através cursos de idiomas, desenvolvimento pessoal e educação financeira.

Muito pelo contrário, ao final da vida ele possui somente as lembranças das pizzas, cafezinhos e roupas caras que comprou.

Para Sérgio, ter gasto todo seu dinheiro em pizzas, cafezinhos, roupas de marca e viagens valeu a pena, mesmo que isto tenha lhe custado viver uma velhice que dependa financeiramente de terceiros.

Conforme o estudo com os milionários americanos demonstrou, eles tinham em comum o fato de gastarem extravagantemente em coisas que amavam, porém, cortavam gastos sem piedade em todo o resto que não fosse relevante.

De acordo com os autores do estudo, esta é a formula para o verdadeiro enriquecimento.

Neste artigo você também aprendeu 7 dicas para economizar que podem gerar grande potencial de economia para o seu bolso, sem precisar se abdicar de fazer algo que você goste e aprecie.

A última dica, talvez uma das mais importantes, ressalta a importância de nunca parar no tempo e sempre continuar estudando. Conhecimento é, certamente, o melhor investimento que você pode fazer.

O que fazer agora?

  1. Você não precisa esperar o governo para melhorar a vida daqueles que estão ao seu redor. Se você acredita que este artigo foi útil, faça a sua parte e compartilhe-o com algum amigo ou nas redes sociais. Aproveite e deixe também seu comentário na seção de comentários logo abaixo.
  2. Esse artigo faz parte de uma série de conteúdos que eu disponibilizo gratuitamente e com exclusividade para os leitores que se inscrevem meu curso 100% gratuito do blog. Se você não quer ficar para trás e deseja continuar aprendendo, fica o convite para se inscrever clicando aqui.
Crédito das Imagens usadas neste artigo: Depositphotos.

 

  • Cleitom pereira raimundo

    Bom dia ! Parabens pelo seu artigo muito bom , enriquecedor eu tenho o grande desejo de ser concursado porque trabalho em uma empresa privada e não tenho o menor valor fora que tenho que ficar engolindo sapos para poder manter o meu emprego o que muito triste ter que ficar se submetendo a isso , mais agradeço você pela sua boa vontade em ajudar as pessoas com tanto conhecimento que Deus o abençoe sempre ☺👏👐

    • Oi Cleitom,

      Obrigado pela palavras, é muito bom saber que você gostou do artigo.

      Já que seu lance são concursos, dá uma olhada nesse site de uma amiga minha: http://www.esquemaria.com.br/

      Qualquer outra dúvida tamo aí!

  • malanar11

    Gosto do pensamento: Escolher A ou escolher B, e por que não os dois? Se ambos são importantes, as pessoas deveriam descobrir meios de ter os dois e não se limitar a descartar um deles.